• + 44 7448 115566
  • Victoria Avenue, EC2M 4NS, London

Supervisão para Nutricionistas

Para essa modalidade, enfatizamos a dualidade imagem corporal e autoestima, trazendo análise de atendimentos e comportamentos conscientes/inconscientes trazidos pelos pacientes em relação a mudança que procuram.

A preocupação maior que a supervisão tenta minimizar ou evitar é o fato do nutricionista receber a transferência do conteúdo do cliente para ele, resultando em sintomas como irritação, stress, raiva, desmotivação com a profissão, entre outros.

Conteúdo do cliente nesse contexto é exemplificado por:

  • Projeção de como o plano precisa ser elaborado, alimentos que precisam estar presentes, suplementos entre outros, pois algum fator externo o influenciou a pensar desta forma (redes sociais, atletas, dietas da moda);
  • Problemas emocionais disfarçados entre demanda de mudança corporal rápida;
  • A expectativa que o paciente traz em relação a outras tentativas frustradas na qual o próprio não foi perseverante o suficiente para seguir um programa e atribuiu a falha ao profissional;
  • Atribuir a responsabilidade da mudança alimentar ao profissional;
  • Utilizar o nutricionista como ponte para o alívio emocional, por ter resistência de procurar um profissional da área de saúde mental;
  • A fantasia de esperar que o nutricionista esportivo tenha a aparência física de um atleta. Também pode ser descrito como o pré-julgamento do paciente sobre o profissional.
  • Entre outros que serão trazidos pelos nutricionistas para a supervisão.

Outro ponto da supervisão é promover o autoconhecimento através da interação com o paciente.

Alguns dos assuntos discutidos e trabalhados em supervisão:

  • Autos sabotagem;
  • Pacientes que visitam vários profissionais da mesma área e não se fideliza;
  • Pacientes que atribuem falta ao profissional e apresentam dificuldade em assumir responsabilidades;
  • Conteúdo emocional depositado no profissional, porém sem propósito de mudança;
  • Pacientes que almejam a perda de peso ou ganho de massa magra, porem o comprometimento emocional não permite o avanço;
  • Distúrbios alimentares e de imagem;
  • Profissionais que se veem comprometidos em relação as suas práticas em relação ao que os outros profissionais estão adotando para fidelizar pacientes;
  • Desafio profissional, uma vez que o paciente já chega para o atendimento com uma ideia pré-concebida, baseada em estratégias nutricionais adotadas por outros;
  • Dependência de suplementos e outros assuntos relevantes.

O trabalho pode ser realizado individualmente ou em grupo, online ou presencial.

Frequência: semanalmente, quinzenalmente ou mensalmente. Periodicidade dependerá da demanda de cada profissional ou grupo.

Para saber mais:

ingles portugues